Engenharia de Segurança Do Trabalho Está Entre As 21 Profissões Em Crescimento

Engenharia de Segurança do Trabalho

Engenharia de Segurança Do Trabalho está entre as profissões em ascensão no mercado de trabalho. Confira essa e outras profissões em crescimento, remuneração e perfil profissional.

 

Conselheiro / Conselho Consultivo

O que faz: representa os acionistas (ou parte deles) nas decisões estratégicas, na escolha e avaliação dos diretores e na avaliação dos resultados e cumprimento de obrigações da empresa.

Perfil: tipicamente ex-CEOs e ex-CFOs com conhecimentos amplos em estratégia, finanças e avaliação de executivos seniores. Assim sendo, é uma posição que exige alta influência.

Salário: R$ 12 mil a R$ 25 mil (considerando uma reunião mensal), dependendo do porte da empresa.

Motivo para alta: muitas empresas familiares preocupadas com sucessão, com a melhoria dos padrões de governança corporativa e preparando a empresa para receber um novo investidor (especialmente fundos de private equity).

 

Diretor Financeiro

O que faz: trata-se do diretor financeiro. Tipicamente, é o responsável pela tesouraria, controladoria, planejamento financeiro e pelo departamento tributário. Em algumas empresas, pode acumular responsabilidades por outras áreas de suporte.

Perfil: formações em diferentes áreas, com destaque para administração, economia ou engenharia, mas não necessariamente. Geralmente, são profissionais que fizeram carreira a partir das áreas de controladoria, auditoria ou tesouraria.

Salário: R$ 40 mil a R$ 90 mil, dependendo do porte da empresa.

Motivo para alta: os CFOs também têm acumulado responsabilidades por outras áreas de suporte, como TI, RH ou Jurídica. Foi mais um ano em que os CFOs tornaram-se candidatos mais fortes em processos de sucessão para CEOs.

 

Engenharia de Segurança Do Trabalho

O que faz: gerencia todo sistema de saúde, segurança e meio ambiente da companhia e, por vezes, também  de sustentabilidade.

Perfil: profissional formado em Engenharia de Segurança do Trabalho, capaz de assegurar o cumprimento de regulamentos, implementar e defender políticas ambientais e garantir a segurança de seus colaboradores.

Salário: R$ 15 mil a R$ 20 mil.

Motivo para alta: com o advento da sustentabilidade e a crescente preocupação com a segurança nas empresas, esse profissional torna-se cada vez mais essencial no mundo corporativo.

Conheça: Pós-Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho

 

Diretor de E-commerce, Diretor de Marketing ou Diretor de TI / CIO

O que faz: dificilmente tem responsabilidade exclusiva por transformação digital. Contudo, nesta posição, tem papel de liderar todas as iniciativas de transformação digital e inovação das empresas. Os últimos anos foram marcados por forte expansão destes projetos, especialmente em varejistas, bancos e empresas de consumo.

Perfil: profissionais que já tiveram vivência relevante em e-commerce ou empresas “nativas digitais”, com grande capacidade de influência.

Salário: R$ 40 mil a R$ 65 mil mensais, dependendo do porte da empresa.

Motivo para alta: o mundo está passando pela transformação digital acelerada. Por isso, é fundamental ter profissionais experientes e dedicados, para liderar estes projetos dentro das empresas.

Leia também: E-commerce Na Saúde | 5 Dicas Para Fazer Sucesso No Setor

 

Controller

O que faz: lidera as áreas de contabilidade e controladoria das empresas, com grande visão de negócio e interação com o dia a dia da companhia.

Perfil: conhecimento técnico financeiro, domínio completo das rotinas de contabilidade, controladoria e, cada vez mais, das de tesouraria e planejamento financeiro/estratégico.

Salário: R$ 20 mil a R$ 35 mil.

Motivo para alta: necessidade da área financeira se aproximar cada vez mais do negócio de suas empresas. Ao mesmo tempo, o profissional é mais exigido tecnicamente pelas matrizes/investidores.

 

Sócio / Gerente de Contencioso Cível

O que faz: atua diretamente com processos jurídicos, resolvendo questões legais já em esfera judicial ou arbitral.

Perfil: profissionais com capacidade de coordenar equipe nesta esfera e com autonomia para conduzir casos estratégicos.

Salário: R$ 15 mil a R$ 40 mil.

Motivo para alta: com a retração da economia, pode-se notar o aumento de conflitos e de cobranças, o que resulta no maior número de processos judiciais na esfera cível.

 

Gerente Nacional de Vendas

O que faz: responsável pela gestão da equipe de consultores de vendas e propagandistas, com habilidade e experiência de elaborar e executar o plano estratégico alinhado com a política de compliance.

Perfil: estratégico e, ao mesmo tempo, é aquele que se envolve com ações de campo, conhecimento profundo na área da saúde, capacidade de fazer gestão de times heterogêneos, visão macro de negócios e contato sólido com os principais stakeholders.

Salário: R$ 20 mil a R$ 30 mil.

Motivo para alta: as empresas estão mudando a mentalidade e se realinhando com as mudanças de mercado.

 

Gerente de Transformação Digital – Marketing

O que faz: implementa processos de mudanças digitais nas empresas, trazendo ferramentas e agregando conhecimento para a modernização do marketing.

Perfil: conhecimento em ferramentas digitais. Além disso, tem noções básicas de marketing tradicional, onde a capacidade de mudança será primordial.

Salário: R$ 18 mil a R$ 20 mil.

Motivo para alta: digital em grande crescimento com as empresas em constante transformação na área de marketing.

Conheça: Pós-Graduação em Gestão Estratégica e Marketing Digital

 

Gerente de Franquias

O que faz: responsável pela expansão de franquias em marcas nacionais e internacionais.

Perfil: relacionamento com associações de franquias, grupos de shopping centers e contatos comerciais com franqueados capazes de fechar negócios sólidos.

Salário: R$ 15 mil a R$ 20 mil.

Motivo para alta: empresas querendo se expandir com a colaboração de investidores terceiros.

 

Gerente Comercial

O que faz: busca novas frentes de negócio e novas aplicações. Principalmente, nos mercados que começam a reagir positivamente à crise ou não sofreram impacto como farmacêutico/cosméticos, agronegócios, embalagens e etc.

Perfil: atuação consultiva, background técnico essencial e foco em desenvolvimento de mercado.

Salário: R$ 12 mil a R$ 18 mil.

Motivo para alta: retomada da indústria e investimento das empresas nas áreas de negócios/frente comercial.

 

Business Partner (RH)

O que faz: desenvolve a melhor estratégia de Recursos Humanos (RH) para agregar valor ao objetivo do negócio. Além disso, também define padrões de cultura e valores organizacionais.

Perfil: generalista de Recursos Humanos é o ponto central da área com o negócio. Profissional com forte experiência na posição, visão de negócio, foco em resultado e liderança de equipe.

Salário: R$ 20 mil a R$ 30 mil.

Motivo para alta: momento importante para trazer profissionais com visão de custo e mentalidade de parceiro de negócio.

 

Gerente de Facilities

O que faz: apoia as operações da empresa de forma multidisciplinar. Tem o objetivo de assegurar a funcionalidade do ambiente construído, por meio da integração das pessoas, propriedades, processos e tecnologias. Garantindo, assim, a produtividade e a qualidade de vida dos seus usuários.

Perfil: profissionais com experiência em negociação e administração de contratos, gestão de equipes e capacidade de implementar e gerenciar indicadores de desempenho.

Salário: R$ 15 mil a R$ 22 mil.

Motivo para alta: Devido a crise econômica, os orçamentos estão cada vez mais enxutos. Assim, esse profissional pode trazer reduções de custos expressivos com otimização de processos e renegociação de contratos para a empresa.

 

Gerente de Expansão (TI)

O que faz: visualizar o desenvolvimento e comercialização de produtos e negócios como funções integradas, direcionando a empresa a repensar a melhor abordagem ao utilizar dados, tecnologia e infraestrutura.

Perfil: de forma cruzada com engenharia, design, análise, gerenciamento de produtos, operações e marketing para projetar e executar iniciativas de crescimento embasadas em tecnologia e desenvolvimento digital.

Salário: R$ 15 mil a R$ 25 mil.

Motivo para alta: o que começa nas startups migra para organizações maiores que desejam operar de forma empresarial, demandando profissionais com habilidades e certezas de que os dados e infraestrutura estão no lugar certo.

 

Gerente de Compras (Supply Chain)

O que faz: lidera a área de compras, sendo o responsável em garantir boas condições de pagamentos. Além disso, também mantém o relacionamento com fornecedores e assegurar que as áreas stakeholders sejam atendidas em suas demandas no momento correto.

Perfil: domínio das metodologias de compras e habilidades de gestão bem desenvolvidas e das rotinas da área de compras.

Salário: R$ 18 mil a R$ 25 mil.

Motivo para alta: área extremamente sensível e estratégica em um momento de retomada, onde novos contratos serão firmados.

 

Comprador

O que faz: entende e domina toda a rotina de compras, independentemente da categoria.

Perfil: é aquele profissional capaz de criar valor e trazer ganhos para sua empresa por meio do bom relacionamento com fornecedores e clientes internos, entendendo as necessidades de todas partes envolvidas no processo.

Salário: R$ 5 mil a R$ 10 mil.

Motivo para alta: as empresas passaram a perceber cada vez mais a importância estratégica da área de compras para o resultado especialmente em períodos de crise.

 

Engenheiro ou Cientista de Dados

O que faz: o cientista de dados é a combinação entre negócios e percepção estatística. É o profissional responsável por solucionar problemas do negócio com técnicas de orientação a dados. Também, é aquele capaz de detectar tendências que podem ajudar nos resultados de uma empresa.

Salário: R$ 9 mil a R$ 15 mil.

Perfil da vaga: combinação com qualificações estatísticas, matemáticas ou afins com curiosidade para fazer descobertas em big data.

Motivo para alta: em um cenário onde as empresas precisam processar e analisar um grande volume de informações, o cientista de dados se tornou um profissional com grande busca por empresas que buscam ter mais estratégia no negócio, como inovações tecnológicas inteligentes.

 

Analista Contábil de Report

O que faz: profissional tem como principais obrigações a análise de contas, fechamento mensal e report internacional (IFRS/USGAAP) para matriz e explicação das variações contábeis.

Perfil: formação em Ciências Contábeis.

Salário: R$ 5 mil a R$ 12 mil.

Motivo para alta: a contabilidade ao longo dos últimos anos passou de uma área de suporte para se tornar uma área próximo do negócio, que não só municia os decision makers de informações, mas, também, é participativa na tomada de decisão.

 

Analista de Mídias Digitais

O que faz: responsável por conhecer com propriedade as principais redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram, entre outras) e tudo o que as envolve como perfil de usuários, performance, forma de conteúdo e metrificação. Além disso, também realiza o gerenciamento das mídias sociais.

Perfil: formação em Marketing, Publicidade e Propaganda, Comunicação Social e afins. As formações especializadas são cada vez mais valorizadas nesse mercado.

Salário: R$ 3 mil a R$ 6 mil.

Motivo para alta: é uma profissão em ascensão pois cada vez mais as pessoas compram e buscam produtos/serviços pelas mídias digitais.

 

Analista de Investimentos

O que faz: tipicamente, atua em bancos ou outras empresas do segmento de serviços financeiros. Esse profissional é responsável direto por selecionar ou dar recomendações sobre onde o dinheiro da empresa/cliente devem ser alocados.

Perfil: formação em Economia, Engenharia, ou Administração são os mais frequentes para esse perfil.

Salário: R$ 3 mil a R$ 8 mil + bônus.

Motivo para alta: o mercado de serviços financeiros vem sofrendo constantes transformações e esse profissional é parte fundamental de qualquer empresa no segmento.

 

Analista de Desenvolvimento Humano Organizacional

O que faz: mudança (ou fortalecimento) cultural. Estruturará uma avaliação de desempenho por competências, mapeamento de profissionais high performance e de posições-chave para crescimento adequado da companhia.

Perfil da vaga: formação em Psicologia ou Administração de Empresas.

Salário: R$ 7 mil a R$ 10 mil.

Motivo para alta: após momento de redução de custos e recursos, as companhias enxergam a necessidade de fortalecer seu time para o momento de retomada de mercado. Para isso, há a necessidade de estruturação e amadurecimento cultural para atração e retenção de talentos.

 

Secretária Executiva Bilíngue Sênior

O que faz: atende as demandas operacionais e estratégicas da alta liderança, garantindo o fluxo de trabalho de toda a diretoria e andamento das atividades. Além deste papel, coordena o time de serviços da empresa (recepção, copa, limpeza, facilities).

Perfil: formação em Secretariado ou Administração de Empresas.

Salário: R$ 10 mil a R$ 14 mil.

Motivo para alta: é um profissional com maior refinamento comportamental e técnico para lidar com pressão e gestão de pessoas (mesmo que indireta), por conta da expansão das responsabilidades do próprio executivo ou da estrutura organizacional.

Fonte: Gazeta

Conheça Faculdade Única

A Faculdade Única é uma instituição educacional voltada para a formação de profissionais capazes de interagir no mercado de trabalho. Além disso, é caracterizada pelo atendimento aos desafios originados da rápida expansão, evolução das diferentes tecnologias e construção do conhecimento.

Portanto, a instituição tem como missão promover o ensino, a pesquisa e a extensão, formando profissionais capazes de contribuir com o desenvolvimento da sociedade.

Além disso, a Faculdade Única busca oferecer um ensino de qualidade dentro de uma visão holística, transformadora, integrando teoria e prática.

 

O Certificado EaD Tem a Mesma Validade Que Presencial?

Veja o vídeo abaixo e tire suas dúvidas:

 

Faculdade Única é Reconhecida Pelo MEC?

Todos os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu/Especialização da Faculdade Única atendem às exigências da Resolução nº 01, do dia 08/06/2007, e da Portaria do MEC, nº 1004, do dia 17/08/2017. Também publicada no DOU – Diário Oficial da União, do dia 18/08/2017, com validade em todo o território nacional.

Desta forma, a Única possui validade em todo território nacional e nota 4 (quatro) no IGC (Índice Geral de Cursos). Ele avalia a qualidade dos cursos das instituições de Educação Superior.

Portanto, além de escolher uma instituição credenciada pelo MEC, escolha um curso que vai de encontro aos seus objetivos profissionais. Assim, escolha, ainda, um curso que se encaixe melhor com as suas condições e com o seu dia a dia.

Cursos na modalidade EaD são uma ótima opção para quem não possui tempo disponível para deslocamento. Assim, você investe seu tempo em adquirir conhecimento e evolução em busca de um lugar no mercado de trabalho.

Então, com o curso EaD é possível estudar em casa, no conforto com a família, cuidando dos filhos. Dito isso, na modalidade EaD você estuda onde e quando quiser, administrando seu próprio tempo.

Saiba mais: Faculdade Única É Reconhecida Pelo MEC?

 

Gostei! Quero Me Matricular!


Bárbara Costa

Autor: Bárbara Costa

Jornalista


Evento realizado entre os dias 25 e 29 de junho de 2018, na Faculdade Única de Timóteo https://t.co/JhH0Y7b98h

PROMINAS EM FAMÍLIA: https://t.co/zZo8LVMITL via @YouTube

APARECIDO DA CRUZ - Guarulhos/SP: https://t.co/E3Znbao85w via @YouTube

Grupo Prominas - Faça parte da nossa família!: https://t.co/oq1fdH1kOm via @YouTube



Copyright 2002 © UCAMPROMINAS - Todos os direitos reservados